terça-feira, 1 de dezembro de 2009

DESABAFO - ATO I - Por: Lígia Rosso

Uma semana sem escrever uma linha sequer...
Um caos que se instaurou na minha vida, lágrimas contidas e uma dor que teima em se fazer presente. Meu problema é muito pequeno se comparado a muitas outras coisas que nos rodeiam. Sei que tudo é passageiro, que tudo tem uma razão de ser...enfim. Mas, quando as máscaras caem e a realidade se revela, nem sempre é possível manter-se em pé, firme e forte. É preciso cair vez ou outra para aprender, novamente, a se levantar. Uma vez recuperada da queda, sei que serei mais forte e que não irei virar uma página. Isso é muito pouco, pois desejo reescreve-la com o mais sublime talento, tirando dessa fase as lições necessárias e seguindo em frente sem medo do amor e da vida. Se eu pudesse fazer um pedido aos céus para 2010 seria que as pessoas, de um modo geral, acordassem para os reais valores da vida e que se colocassem no lugar do outro antes de prometer aquilo que não podem cumprir ou de falarem de sentimentos que nem sabem se realmente estão sentindo. O caminho das emoções é muito delicado e é preciso sabedoria para trilhar seus labirintos...creio que não somos educados emocionalmente pelos nossos pais e professores, infelizmente. Devido a essa lacuna, ficamos suscetíveis a muitas decepções - decepcionamos e somos decepcionados - quando, na verdade, apenas um sincero diálogo já seria o suficiente para se esclarecer uma situação. Me perdoem, meus queridos leitores e seguidores desse blog, pela minha falta de criatividade nesse texto. Na verdade, faço novamente do meu blog, o meu divã. Negar essa fase que estou passando seria imaturidade da minha parte... Mas, em breve estarei renovada...e as palavras fluirão em mim, como sempre foi e sempre haverá de ser. Um afetuoso abraço a todos!

5 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Não há problemas maiores ou menores, há sim, o nosso problema e aos nossos olhos ele é o maior do mundo. Mas como diz, tudo é passageiro, tristezas também, e se servem para nos tornar melhores, que assim seja. Decepções fazem parte, o que não podemos deixar acontecer, é que elas nos façam perder a fé em tudo mais. Se um caminho se fecha é porque não era para nós, e a decepção, a perda de hoje, amanhã ganha sentido e ainda vamos agradecer por isso...
beijão

EDUARDO POISL disse...

Como eu sempre falo, viva a vida a cada dia e sempre procure a felicidade, hoje choramos mais quem sabe o amanha?
Abraços

BIPOLARBRASIL disse...

Infelizmente há pessoas que dizem "sentimentos" que não entendem o que seja... Eu me separei no início do ano de 2009 e até o momento não entendo porque minha ex-esposa durante 8 anos dizia: EU AMO VOCÊ. Pois, eu creio que amor é pra sempre, né? Gostei do seu texto, parabéns! Will

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Ligia...

Cheguei aqui por causa de um comentário seu em outro blog.
Não te conheço, nem tenho condições de opinar sobre nada rs
Mas deuma coisa eu sei: passa. Isso passa. Por mais que sempre doa, um dia isso há de acabar. Porque a roda do mundo gira.

Se cuida, moça.
Bom dia pra voce.
=)

Giovani Pasini disse...

Cara Lígia...
O que importa nisso tudo é que tu já nasceu uma pessoa vencedora e aglutinadora.

Lembre-se: "No fim tudo dará certo. Se algo não está dando certo, com certeza ainda não é o fim..."

Uma pessoa é igual a uma árvore. Observamos como ela é de acordo com os seus frutos.

Você é uma grande amiga, um enorme pé de árvore frutífera (vou deixar que tu escolha o fruto) e é muito bom ser teu amigo.

Bola para frente. A roda do mundo gira, gira, gira...
Nada como um dia após o outro.

Sabe que pode contar comigo e com a Karla...abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...