sábado, 2 de maio de 2009

Caneta e papel... - Por: Lígia Rosso

...dança infinita de sentimentos inconstantes, palavras que surgem ou que se calam. Na poesia, o coração e alma do poeta tudo sentem, mas nem sempre falam.

2 comentários:

Profª. Daniela G. Oliveira disse...

Oi Lígia! Adorei teu blog, é maravilhoso como vc!

Passe no meu cantinho, tem um selinho pra vc...

Beijos da amiga Dani

Sonia Schmorantz disse...

Lindo pensamento, Ligia! Nesta dança das palavras procuramos pôr nossos sentimentos, mas os maiores, aqueles mais intensos, nem sempre falam mesmo, não há palavras que os defina...
beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...