segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

sapatos apertados - por: Lígia Rosso


Sapatos guardados
na velha caixa abandonada
estão novos
apesar do tempo.
Eu que nem lembro quando usei...
se usei,
já não sei!
Sapatos esquecidos
porque eram apertados.
Tentaram sim
me fazer calçá-los.
Mas almas livres andam descalças,
ou apenas de sandálias.

5 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Talvez a nova semana tenha dificuldades, ainda assim haverá alegrias...
Talvez a nova semana tenha preocupações, ainda assim haverá soluções...
Talvez a nova semana traga alguns atritos, ainda assim trará o desafio do aprendizado do convívio...
Talvez não seja exatamente como a queremos, mas podemos nos surpreender e alegrar com o que nos trará.
Tomemos a nova semana com disposição de vivê-la do melhor jeito, de abraçar a parte feliz e de aprender com o que contrariar a nossa expectativa.
Tenhamos boa vontade com a nova semana e um sentimento de profunda gratidão à vida.
Um abraço

Diana Kowalski disse...

Sempre vamos ter sapatos apertados, o melhor mesmo é deixá-los guardados, mesmo sabendo que nunca iremos calçá-los, o que realmente importa é que foram comprados por terem dispertado desejo de tê-los.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Belíssimo poema!
Que você tenha uma ótima semana.
Abraços

Marcos Miorinni disse...

Oi Lígia, adorei a passagem:

" ... mas as almas livres andam descalças, ou apenas de sandálias. "

Me fez lembrar de minha infância e do Mário Quintana no poema Esperança, leia se puder, senão depois me cobre que te envio ok. bjs

Marcos Miorinni disse...

Oi Ligia, eis por que me lembrei da infância e do Quintana apesar dos sapatos apertados, haverá beleza; eis Quintana:

Esperança

Mário Quintana


Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

Abraços
Marcos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...