terça-feira, 6 de janeiro de 2009

...madrugada - por: Lígia Rosso


Esta madrugada amiga
me consola
oferecendo um céu bordado de estrelas.


Percebo o quanto sou feliz
embora,
às vezes eu seja tristeza também
por lembrar que
há muito tempo
fui amada e amei.

...mas, o que são sentimentos passados
senão rastro de pequenas estrelas já apagadas?

Me consola então a madrugada
e me faz promessas de amor.

Talvez surgirá de um horizonte prometido
o coração nobre que há tanto espero!
Se um dia for para amar novamente
que seja verdade,
que seja completamente sincero.



Um comentário:

Marcos Miorinni disse...

Oi Ligia, gostei muito da imagem e do poema que me fez lembrar uma frase do psicólogo Viktor Frankl:
" Não importa o sentido DA vida, mas um sentido NA vida ". bjs do blogue amigo.
Marcos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...